segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

COMO O MUNDANISMO ENTRA EM NOSSAS VIDAS - Tiago capítulo 4 - 24/12/09



Por inúmeras vezes pensamos que crentes mundanos são somente aqueles que estão frequentando baladas, praticando fornicações, mentindo, roubando, etc., porém a Palavra de Deus estende este assunto mostrando-nos que também é possível sermos mundanos mesmo sendo fiéis à igreja.

Mas como é isso? O assunto principal do capítulo 4 de Tiago é para nos alertar quanto às coisas do mundo que entram nas nossas vidas. As maneiras delas entrarem são:


ATRAVÉS DAS MOTIVAÇÕES ERRADAS (4:1-5)

Se vivermos em "pé-de-guerra" uns com os outros, isso mostra que estamos agindo na carne, agindo sem o domínio do Espírito Santo em nossas vidas (v.1).

A cobiça e a inveja em nossos corações levam-nos a guerrear contra nossos irmãos em Cristo, e a nos afastar da comunhão com Deus. Isso é refletido nas nossas orações. Neste trecho da Bíblia, vemos que Deus não responde as nossas orações por causa das seguintes motivações, que são erradas:
 
   1) Cobiça e inveja (v.2) - como Deus vai responder a oração que estamos fazendo se esta deseja o mal dos nossos irmãos em Cristo?

   2) Não temos porque não pedimos (v.2) - Cristo disse que Deus já sabe o que vamos pedir antes mesmo de o fazê-lo, porém incentivou-nos a pedir. A verdade é que algumas vezes não recebemos de Deus aquilo que queremos, porque não estamos pedindo, achamos que Deus tem a obrigação de nos dar, e não é assim.

   3) Pedimos, mas não recebemos porque iremos usar a bênção de maneira egoísta e negligente (v.3).

Não podemos agir desta forma. Agir assim, é agir contra Deus e contra nossos irmãos em Cristo. Isto é chamado de MUNDANISMO (v.4).

A vontade de Deus para nós é que sejamos totalmente amigos dEle, Ele não quer que sejamos amigos do mundo, Ele tem ciúme de nós (v.5).

O mundanismo entra também em nossas vidas ...


ATRAVÉS DOS NOSSOS JULGAMENTOS (4:11,12)

JULGAR, no grego original das Escrituras, é "emitir opinião entre certo e errado". Quando damos uma opinião para nosso irmão em Cristo, ou quando estamos mostrando a ele o erro que está cometendo, não estamos julgando-o. O julgar que a Bíblia fala é quando agimos como um JUIZ, no lugar de Deus, condenando as pessoas, dizendo que elas são inúteis ou que Deus jamais irá agir nelas ou abençoá-las. Devemos lembrar que estamos seguindo a mesma lei que nossos irmãos em Cristo, e quem tem o direito de condenar é somente o nosso Senhor Jesus Cristo.

O mundanismo entra em nossas vidas ...


ATRAVÉS DA NOSSA INDEPENDÊNCIA DE DEUS (4:13,14)

PROVÉRBIOS 16:1 ensina-nos que podemos fazer planos. O que não podemos fazer é criar nossos próprios projetos e nunca submetê-los à orientação de Deus. Muitas vezes planejamos tudo o que vamos fazer, depois achamos que Deus deve aprová-los. É como se estivéssemos dizendo: "DEUS, AQUI ESTÃO MEUS PLANOS, DÁ O TEU AVAL PORQUE SÃO ESTES PLANOS QUE EU QUERO."  Bom, pelo menos quando der errado não poderemos culpar Deus, porque os planos foram nossos, não dEle.

Agir com independência de Deus é ter uma atitude mundana, é ter pretensões arrogantes e fazer a vontade do diabo (v.16). Vamos planejar sim, mas submeter todos os nossos planos à vontade do Senhor, para que Ele decida o que é melhor para nós. Devemos planejar porque Deus muitas vezes usa os nossos corações para dizer quais são os Seus planos (Fl. 2:13), mas não podemos confiar no coração, por ser ele enganoso. Por isso, a nossa confiança ao executar nossos planos deve estar totalmente em nosso Senhor, Ele confirmará o que colocou em nossos corações, e eliminará o que veio de nós mesmos.


Então, para não viver o mundanismo, também precisamos CORRIGIR NOSSAS MOTIVAÇÕES, NÃO CONDENAR NOSSOS IRMÃOS e DEPENDER MAIS DO SENHOR. Isso só será possível, só será corrigido em nossas vidas se obedecermos as seguintes ordens de Deus:

     1) Sujeitar-nos a Deus (v.7).
     2) Resistir ao diabo e suas ofertas e propostas (v.7).
     3) Chegar a Deus, buscar a Ele, não esperar somente Ele vir até nós (v.8).
     4) Purificar as mãos, cada dia nos arrependermos de nossos pecados, em oração (v.8).
     5) Limpar o coração, sendo constantes na obra do Senhor (v.8).
     6) Afligir-nos, lamentar-nos, chorar, o riso deve ser transformado em pranto e a alegria em tristeza (v.9) - isso quer dizer que devemos ter o hábito de nos arrependermos, orar, jejuar, dominar nossos corpos e corações.
     7) Humilhar-nos na presença de Deus (v.10) - não adiante ser arrogante, o Senhor conhece os nossos corações, não há para onde fugir da Sua presença (Sl. 139).
Blog Widget by LinkWithin

0 comentários:

 

PR. ANDERSON SERAPHIM - JESUS CRISTO NÃO É UMA OPÇÃO DE VIDA, É A ÚNICA FORMA DE VIDA Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template